Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Escapadinha parte I - Óbidos

Andava para ir ao Bacalhôa Buddha Eden há alguns anos. Sempre que andávamos para aqueles lados estava frio ou a chover e acabamos por ir adiando, até que me lembrei que poderíamos ir festejar os nossos 14 anos de namoro até Óbidos - terra que amo de coração - e já que lá estávamos... Ir então ao Buddha Eden no Bombarral.

 

Já conhecia Óbidos, nunca lá tinha passado a noite, mas sempre que podíamos passávamos nesta vila histórica, que tantas rainhas acolheu. Fomos descendo devagarinho, pela nacional, fizemos algumas paragens, nomeadamente em Caldas da Rainha e Leiria e quando chegamos a Óbidos começamos por dar uma volta pela estação, que parece totalmente parada no tempo - mas de modo positivo - com os seus azulejos bem conservados, relativamente limpa e com árvores de fruto.

 

Obidos 1.jpg

 

Paramos ainda à entrada da vila, longe de imaginar porque estava tão carregado o céu...

 

Obidos 2.jpg

 

E fomos para o nosso curral daquela noite, tomar uma banhoca, mudar de roupa para sairmos para jantar na Foz do Arelho. Ficamos numa Guest House muito encantadora, com gente calada mas simpática, que é também um salão de chá. Chama-se Infusion, e fica a uns 5 minutos do centro de Óbidos.

 

Obidos 3.jpg

 

Toda a Guest House está bem decorada, quer no seu interior, quer no seu exterior:

 

Obidos 4.jpg

 

E o quarto era moderno e amoroso:

 

Obidos 5.jpg

 

Depois de tomado o pequeno almoço, foi altura de ir passear para a vila.

 

Óbidos está muito diferente do que me recordava. Não na estrutura, mas na quantidade de pessoas que agora visitam a vila. É quase impossível passear pelas quelhas sem sermos atropelados por um francês, por um alemão ou por um chinês. As lojas estão cheias - ainda bem, espero que se traduza na caixa ao final do dia - os restaurante apinhados e nos parques em redor do castelo é um vaivém de autocarros de turismo que ora levam, ora trazem pessoas.

 

Obidos 7.jpg

 

Por isso tentamos fugir um pouco das vielas principais, e acabamos por passear nas vielas mais secundárias, onde o encanto ainda é maior, porque é mais puro, mais tradicional.

 

Óbidos 6.jpg

 

É para mim uma das vilas mais bonitas de Portugal, no entanto imagino o terror que seja viver com tantos desconhecidos à porta, imagino que o que seja em bom para os comerciantes é em mau para os moradores.

 

Óbidos 8.jpg

 

Para descansarmos um pouco encontramos uma casa - aparentemente desabitada - com uns belos jardins que deram um bom descanso, longe da confusão, longe do barulho, apenas com a paz à volta... E muito calor pois claro, que apesar de ainda ser de manhã o termómetro já marcava 30º.

 

Obidos 9.jpg

(Olhem o Mulo ali ao fundo armado em paparazzi!)

 

 

E neste jardim ficamos a recuperar forças para sairmos de Óbidos e irmos até à nossa próxima paragem: Bacalhôa Buddha Eden, que relatarei numa próxima.

 

Fiquem desse lado e não percam a publicação do maior jardim oriental da Europa!

Semana 25 - Desafio 365 Fotos

1498326558575.jpg

 

E este Domingo esqueci-me de lançar o Desafio 365 Fotos, mas aqui vai, porque mais vale tarde que nunca!

 

Foto 1- Uma das fotos do fim-de-semana, os Mulos algures em Óbidos, alheios de tudo.

 

Foto 2- E nesse mesmo fim-de-semana fomos ao Bacalhôa Buddah Eden - em breve falo sobre isso - e encontramos este senhor Buda gigante! Quem me conhece sabe: desde pequena que sou doida por budas. Gostava tanto de ter um daqueles bustos grandes para ter em casa.

 

Foto 3- Adoro brincar com novas perspetivas. Esta foto foi também tirada no Bacalhôa.

 

Foto 4- "Uma flor, uma pequena flor, que eu colhi, só a pensar em ti!"

 

Foto 5- E abriu um café novo por onde passo para ir trabalhar, e ofereceram-me na abertura um bombom! Tão bom, tão bom. [Foi só um, prometo-vos!]

 

Foto 6- E depois do bombom foi compensar com dieta - a quanto obrigas. Massa fingida de courgete e camarão, com sopa sem batata de brócolos.

 

Foto 7- Novas leituras: Se isto é um homem do Primo Levi.

 

insta.jpg

Coisas que vejo por aí...

Quando vinha de Óbidos, passei ali pelos lados de Estarreja (não sei bem onde, confesso) e encontrei um restaurante com rodízio de.... MAMINHA!

 

Rodizio.jpg

 

Estarei a ter um pensamento maldoso? É só a mim que me soa muito mal - mas hilariantemente mal - um restaurante com rodízio de maminha à beira da estrada, ainda por cima tendo preços diferentes para homens e mulheres?

 

Curtas do dia #681

Pessoas normais amaldiçoam o S. Pedro por esta chuva típica de outono, que as impede de irem à praia. Eu, Mula rinítica, beijo-lhe os pés em agradecimento desta chuva malandrinha que baixa o pó que me massacra.

 

Quem se junta a mim no agradecimento?

 

P.s.: Vá, não é a Mula que têm de insultar se estão de férias e só querem descansar enquanto torram ao sol. A Mula apesar de agradecer uma certa pluviosidade, está solidária convosco. 

Coisas que aprendi com o novo regime alimentar

A lista é vasta. Aprendam com a Mula que a Mula não dura sempre:

 

  • A ideia não é comer, é enganar o estômago. Parece que comemos imenso, e imensas vezes ao dia, mas é tudo para enganar o estômago.

  • Quanto mais comemos o que é saudável, menos fome temos, porque menos nos apetece comer.

  • Anda meio mundo a tentar enganar outro meio mundo porque: couve-flor está longe de saber a arroz, courgette está longe de saber a massa e uma saladinha de alface e tomate com um peito de frango grelhado está longe de se parecer com um bife com batatas fritas. Ah! E gelatina, por muito boa que seja, é totalmente diferente de tiramisú!

  • Tudo o que é seco pode, com à exceção dos pacotes com bonecos. Quanto mais seco mais saudável - ainda estou em crer que é um truque barato para nos fazer beber mais água... Para empurrar - e quanto mais aborrecida a embalagem também. 

  • Fazer dieta é no fundo fazer um desmame do vício de comer, obrigando-nos a comer mais vezes ao dia até chorarmos encolhidos dizendo "eu não quero voltar a comer isto", e como não há outras opções, desistirmos entretanto de comer... 

 

Em suma... Podíamos já avançar com os ensinamentos, ligam-me um cateter, só para entrar alguma - pouca - glicose, e está feito.

 

P.S.: Mas uma coisa é certa, até os olhos da Mula brilham a ver um 7 em vez de um 8 na balança!

 

diet.jpg

A Mula também experimenta coisas e fala sobre isso #13 Gel Duche Concentrado Yves Rocher

E porque hoje falamos de higiene e limpeza 'bora lá divulgar aqui um produto que poderá fazer milagres por estas gentes. 

 

Foi com uma enorme surpresa que recebi, sem contar - que é quando sabe melhor - um mimo da Yves Rocher que me surpreendeu imenso pela positiva. Sorte a minha ter-me atrasado na semana passada, e por isso o carteiro ter-me apanhado em casa - sabem que eu tenho problemas com o receber encomendas, não sabem meus pássaros loucos? - porque caso contrário, a esta hora jazia ainda algures numa papelaria aqui perto de casa - que é para onde vai toda a correspondência registada cá de casa - não um, não dois, mas três géis de duche concentrados: Um de Baunilha Bourbon - o meu favorito, confesso -, um de azeitona e laranja-amarga - não torçam já o nariz porque cheira maravilhosamente bem - e um de manga e coentros - tão bom, tão bom.

 

1498171548925.jpg

 

Recebi a encomenda e nem tive tempo de ver bem o que tinha. Saí para trabalhar e quando cheguei a casa fui explorar, qual gato em casa alheia, o que vinha dentro da caixa. Confesso que quando vi os frascos pela primeira vez, julguei serem amostras - quanta ignorância a minha! - porque eram tão pequenos... Mas só depois percebi que eram pequenos por fora, mas grandes por dentro porque cada embalagem de 100ml corresponde a uma embalagem de 400ml de um outro gel de banho qualquer. Atentaram bem na capacidade da embalagem? 100ml. Vou repetir. 100ml. Sabem o que isto significa? Este pequeno gel pode ser levado na nossa bagagem de mão no avião, finalmente existe um gel de banho que me pode acompanhar, é que eu sou pobre e viajo à pobre, nada de malas enviadas para o porão a pagar.

 

Sou curiosa por natureza, e obviamente já os experimentei: O cheirinho é cada um melhor que o outro, que não se sente apenas no banho mas que se prolonga na nossa pele depois da banhoca, a hidratação na pele é muito boa, fico "fofinha" como diz o Mulo - eu acho que é por estar gorda, ele diz que não... -, no entanto, quando usado diretamente na pele não faz tanta espuma quanta eu imaginei que faria, o que pode obrigar a gastar mais produto, e a não render o tempo desejado. Se usarmos esponja de banho podemos poupar bastante produto e provavelmente durará o tempo publicitado.

 

Adorei estes produtos, fazer esta review foi um total prazer - literal, bem literal - e o facto de terem sido oferecidos não altera em nada o que sinto por eles, porque vocês conhecem-me: quando gosto, gosto, e se tiver de criticar, critico. Por isso deixem-me já dizer-vos que neles encontro apenas um defeito, que no fundo é um grande defeito: Cheiram demasiado bem... Dão-me fome! E eu estou de dieta!

 

Alguém já conhecia estes produtos?

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.