Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Curtas do dia #1055

Coisas incríveis desta vida:

Nunca distingui um café de um descafeinado. Quando, à noite, pedia um descafeinado em vez de um café, só percebia se me tinham trocado o pedido na hora de dormir.

 

Agora que bebo café sem açúcar - sim, já é uma realidade! -, e logo eu que achava que não havia nada pior que café sem açúcar... Descobri que o descafeinado é muito pior! Que coisa horrível, que sabor terrível! Parece café estragado!

 

É incrível a forma como o açúcar mascara o sabor dos alimentos. 

No dia em que fui ao ginásio e quase morri # TRX

A nutricionista disse-me que eu tinha de fazer mais aulas, essencialmente aulas como cycling, boby pump e trx, pois já percebeu que a coisa já começa a ser difícil com a dieta - e temo que ache que o plano de exercícios esteja a ser aldrabado aqui pela Mula.

 

A vossa Mula é obediente.

 

Na sexta-feira, feita louca do juízo fui, sem saber muito bem ao que ia, a uma aula de trx. Sabia mais ou menos no que consistia a aula, sabia que era com as fitas no tecto e na sala de musculação até já tinha feito um ou outro exercício com uma fita. O que eu não sabia é da dificuldade que é trabalhar com o peso do nosso corpo nas ditas fitas.

 

Trx ficou assim no histórico de todas as aulas que fiz, como sendo a única aula que até os alongamentos foram difíceis. Aliás o único exercício que não consegui fazer, de todo, foi um dos exercícios de alongamento. Incrível não é?

 

Saí da aula sem saber se me doíam os braços ou as pernas, toda eu era dor e suor. Mal cheguei às escadas para descer para os balneário deixei de ter dúvidas: Eram mesmo as pernas que mais me doíam. Fui agarrada às paredes qual senhora de 80 anos a tentar descer de um autocarro. Quem me visse pensava sem dúvidas que eu tinha sido atropelada por um bisonte. E tinha sido feio.

 

Até que percebi que o pior ainda estava por vir: Eu tinha levado o carro, mas como é que eu ia conseguir carregar no pedal da embraiagem? Oh céus! Não vos digo, nem vos conto! E manobrar o carro para meter na garagem? Olhem, nem sei como é que estou viva para vos escrever.

 

Cheguei a casa, bebi uma caneca de leite com cereais, enfiei-me na cama e não me lembro de mais nada.

3 anos!

desabafos 3 anos.JPG

 

Porque tristezas não pagam dívidas, enxuguemos as lágrimas que hoje é dia de festa. Hoje o blog faz 3 anos! 

 

Julgava que não duraria nem 3 meses, quanto mais 3 anos! E como tanta coisa mudou em 3 anos...

 

Ao longo destes 3 anos muita coisa aconteceu e vocês acompanharam-me desse lado: Casei-me, viajei, fiquei desempregada, arranjei um novo trabalho, emagreci, voltei a engordar, emagreci novamente. Conheci muita gente diferente, fiz novas amizades e partilhei livros. Sorri. Chorei. Revoltei-me!

 

Em 3 anos escrevi cerca de 2500 publicações que geraram mais de 25.000 comentários - excluindo os meus. Em 3 anos, 30 publicações minhas foram destacadas, uma das quais me trouxe mais de 12 mil visitas em apenas 3 dias! Obrigada Sapo, por tudo isto!

 

Em 3 anos vi muitos blogs a serem criados, outros tantos a desaparecer e tantas outras pessoas que desapareceram dos blogs sem que desaparecessem a minha vida. O blog trouxe-me os Pássaros e As Fofinhas, trouxe-me amizades com quem posso desabafar. O blog trouxe-me gente preocupada e pessoas sempre prontas a ajudar. No fundo o blog trouxe-me um pouco mais de fé na humanidade, e tantas vezes a confirmação de que este mundo já não tem salvação para o bem e para o mal.

 

O blog trouxe-me dias mais coloridos e ofereceu-me companhia, porque o meu blog trouxe-me também tantos outros blogs que me acompanham diariamente mesmo quando estou calada que nem uma mula muda.

 

Mas o meu blog não é o que eu escrevo. É o que eu escrevo com vocês desse lado!

 

Obrigada por tudo!

 

Uma espécie de Review de alguém que não percebe nada disto: Ocean's 8

O que eu esperei por este filme! Deveria de ser proibido revelarem os trailers tanto tempo antes, que a malta fica na expectativa, fica ansiosa e o tempo não passa. Já o vi há bastante tempo, aliás, dois dias após ter estreado lá estava eu a entrar para a sala do Ocean's 8, mas só agora é que tive tempo para vos falar sobre isso.

 

 

 

A história não é nova: um grupo de mafiosas, lideradas pela paciente Debbie Ocean, engendram o plano perfeito para assaltarem a Met Gala anual, para roubarem um colar de diamantes avaliado em 150 milhões de dólares da Cartier. Assim, com tudo planeado, criam as condições ideais tendo em conta tudo o que pode correr mal, para que o plano seja um sucesso. Será que vão conseguir?

 

Não há muito mais que possa explicar sobre o filme sem revelar o pano, sem ser spoiler, mas posso dizer-vos que é um filme muito divertido.

 

Antes de mais dá para perceber que a prisão permite às pessoas terem demasiado tempo para engendrarem planos para quando saírem isso é ponto assente e ainda que não seja novidade achei curioso o facto do filme focar essa questão. Segundo, gostei que demonstrassem que não há sistemas 100% seguros, tudo é falível e violável, só é necessário grandes planos e malta inteligente.

 

Não vi nenhum dos outros Ocean's Eleven por isso não tenho qualquer tipo de comparação, mas gostei do facto de ser um filme de mafiosas só com mulheres - não o filme em si, mas o grupo - e o facto dessas mulheres serem todas tão diferentes.

 

O que eu achei mais engraçado neste filme é que a gaja burra, não é tão burra assim e revela-se no final e o gajo que se julgava chico-esperto foi tramado num piscar de olhos.

 

O filme tem bastante movimento, flui sem grandes percalços, o que me agradou, pois não é o típico filme que tenta mostrar que tudo vai correr mal para o final ser totalmente o oposto. Não. O filme mostrar desde o início que tudo vai correr bem faltando só perceber como é que vai acontecer.

 

Gostei, divertiu-me imenso apesar de achar que não é memorável. Gostava que tivesse tido mais peripécias, talvez que fosse um filme mais cómico, mas na generalidade gostei bastante do filme.

 

Vocês já viram? Que acharam?

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.