Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

A Mãe Mula e os Gatos

quadro-decorativo-desconfie-quadro.jpg

(imagem retirada daqui)

 

No que toca a gatos há dois tipos de pessoas no mundo: Os que adoram e se viciam em gatos, e os que dizem que não gostam de gatos. Raramente ouvimos alguém sem opinião. Muitas pessoas que nunca os tiveram dizem que não gostam - o que é mais ou menos a mesma coisa que dizer que não se gosta de brócolos quando nunca se provou - e os que já tiveram gatos... Os que já tiveram gatos é impossível dizerem que não gostam, a menos que tenham tido alguma experiência um tanto traumática - os felinos por vezes pregam-nos umas quantas partidas que nos deixam de pé atrás.

 

Digo por isso que há os que dizem que não gostam de gatos, porque dizer que não se gosta e não se gostar é muito diferente, acho que nunca conheci ninguém na segunda categoria.

 

A minha mãe dizia fazer parte do segundo tipo de pessoa. Sempre tivemos cães, nunca me deixaram ter gatos e já era eu crescida quando a minha mãe me alimentou a esperança de ter um sabendo de ante-mão que isso nunca iria acontecer: "se conseguires apanhar um desses que andam aí pelo jardim, podes ficar com ele!" fartinha de saber que apesar de muito pequeninos, eram gatos vadios e que nunca se deixariam apanhar. Mas eu tentei... tentei... tentei... Nunca consegui apanhar nenhum.

 

Quando fui morar com o Mulo quis um gato, e daí a ter dois gatos foi um instante. A minha mãe continuava a dizer que não gostava de gatos, mas sempre adorou o Pulga - haverá lá alguém que resista mesmo àqueles olhinhos azuis?

 

Apesar de dizer assumidamente que não gostava de gatos, a minha mãe começou a dizer que ia arranjar um para lhe fazer companhia. Eis que adotou a Kika e a opinião sobre os gatos mudou - obviamente - radicalmente. Mudou tanto de opinião que hoje adotou um segundo gato. Macho e fêmea... tão bom. Ou as castrações são feitas bem cedinho ou então antecipo uma multiplicação de gatos ao expoente da loucura.

 

É por estas e por outras que quando as pessoas dizem que não gostam de gatos que me rio e pergunto sempre: Mas sabes o que é ser dono de um gato?

 

Claro que cada pessoa é livre de escolher o que gosta e o que não gosta. Cada pessoa é livre de ter uma opinão e... Que seriam dos cães se as pessoas só gostassem de gatos. Mas a verdade é que uma coisa é a pessoa não gostar de animais no geral - ok! não compreendo, mas vamos assumir que é mais coerente - e outra coisa é "ah eu SÓ gosto de cães!" Eu também gosto de cães, aliás adoro cães, mas não ter qualquer tipo de opinião acerca de um animal porque nunca se teve é muito diferente de não se gostar desse animal. Sei lá, eu não gosto de cobras, porque tenho medo. Aceito que as pessoas digam que têm medo de gatos eu também tenho medo de alguns cães. Agora, não vou dizer que não gosto de... Sei lá... de Guaxinins por exemplo, porque são giros que se fartam e não faço ideia de como se comportam como animais domésticos - se é que dão para domesticar!

 

Por isso confesso que não gosto de pessoas que dizem que não gostam disto ou daquilo sem que alguma vez tenham experimentado.

 

E vocês, fazem parte de que lote de pessoas? Vá a Mula promete aceitar* toda e qualquer opinião.

 

 

*certamente não compreenderei todas, mas irei aceitar na medida do possível.

12 comentários

Comentar post

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.