Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Aulas de condução

Hoje passei pelo que foi o meu instrutor de condução.

 

Lembrei-me do quanto o odiava e creio que ainda hoje, passados 8 anos, ainda o odeio. Já vos tinha dito que era uma chorona, não já? Pois bem, ele punha-me com uma tal camada de nervos, que não havia aula em que não chorasse. Ir para as minhas aulas de condução era um inferno tal, que até cheguei a faltar - e faltando, perdia o direito à remarcação daquela aula. Uma vez levei o Mulo comigo, a ver se a coisa melhorava, e assim percebi que se queria ter uma aula sossegada sem gritos nem discussões, tinha de levar alguém comigo. Que quando ia acompanhada, era "um amor de pessoa". Ainda hoje me pergunto porquê.

 

A verdade é que, por tudo isto, não foi com este sujeito imbecil que eu aprendi a manobrar o carro. Foi graças ao Mulo que eu hoje tenho carta e sei conduzir minimamente bem. O Mulo ensinava-me a conduzir e a estacionar, numa espécie de futura urbanização, à noite, de madrugada. Fez o que pôde e  o que não pôde, e tirei a carta à primeira. Mas se calhar é graças àquele besta que ainda hoje não consigo gostar de conduzir, e que ainda hoje acho que não tenho jeito nenhum para estacionar, e é um "bico d'obra" se me perco por locais desconhecidos... 

 

Com esta má experiência concluo que: Há pessoas que não têm a mínima sensibilidade para ensinar, e que as primeiras experiências marcam-nos para a vida!

4 comentários

Comentar post

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.