Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Interpretação de Músicas - A Little Respect do Erasure

E porque já há algum tempo que não dedicava tempo a interpretar seriamente músicas, hoje retomo esta rubrica com A Little Respect, original de Erasure de 1988 - grande ano... grande ano... - e interpretada pelos nossos Silence 4, dez anos mais tarde.

 

Estão preparados? Esta é a verdadeira história da canção do bandido... por isso, não se iludam.

 

A Little Respect do Erasure

 

 

 

Como sabem, gosto de dar nomes às personagens para ser mais fácil de vos contar a história que originou a música. Tratemos o moço por... Rogério, está bem?

 

I tried to discover
A little something to make me sweeter
Oh baby please refrain
From breaking my heart

 

Rogério inicia a música dizendo que já tentou de tudo para ser uma pessoa diferente, e que está a tentar mudar para agradar à sua babe, só que esta sabe perfeitamente que ele é um sedutor nato que apenas está interessado nela enquanto ela lhe dá com os pés. Só que, como a sua babe não lhe liga nenhuma, ele começa a ficar desesperado e pede-lhe para ser brando com ele, para não lhe partir o seu coração.

 

Importa também referir que esta música faz parte do álbum The Innocents e sejamos sinceras, por muito bons e fieis que sejam os homem, inocentes é coisa que eles nunca são, por isso, já pelo título do álbum se percebe que não estamos a lidar com boa rês.

 

I'm so in love with you
I'll be forever blue
That you give me no reason
Why you're making me work so hard

 

Aqui, Rogério, tenta uma vez mais apelar ao sentimento da babe. Diz, como se fosse realmente possível, que irá ficar triste para sempre, e pede-lhe uma razão para que ela o esteja a fazer batalhar - ou será trabalhar? - tanto, para que ela olhe pare ele de forma diferente. Atentem na palavra work - trabalho - porque aqui é perfeitamente visível que Rogério não está a ser honesto para com a sua babe e que não está interessado numa relação estável e duradoura... Ele associa a esta conquista a um trabalho, ou seja, quando conseguir que ela olhe para ele de modo diferente, termina o seu interesse e passará para outra.

 

That you give me no
Well you give me no
You give me no soul
I hear you calling

Oh baby please, give a little respect to me...

 

E claro, que como Rogério é o típico cafageste, a sua babe não lhe dá qualquer crédito, e por mais que ele implore, ela continua a vê-lo como isso mesmo, como apenas um cafageste em quem não se pode confiar.

 

And if I should falter would you open your arms to me?
We can make love not war
and live at peace with our hearts

 

A partir desta estrofe, começam-se a descobrir alguns podres do Rogério. Já começa a falar em errar - provavelmente já a referir que mais tarde ou mais cedo a vai trair - e que espera que ela esteja lá sempre para ele, acrescentando ainda que quer é fazer amor com ela, e não uma guerra e que só quer viver em paz com ela - e com todas as outras, está claro. Mas claro que fica sempre bonito um homem dizer que erra, porque não é muito habitual um homem admitir os seus erros e defeitos, e com isso Rogério está a tentar dar a volta à babe. Será que vai conseguir?

 

I'm so in love with you
I'll be forever blue
What religion or reason
could drive a man to forsake his lover?

 

Volta a referir estar perdidamente apaixonado por esta mulher, e que vai ficar triste para sempre se ela não o quiser - alguém por favor, explica a este homem que não há bem que sempre dure, nem mal que dure para sempre? obrigada. - e depois... pumbas, admite que é casado! Assim... do nada... como se isso o fosse ajudar. É que para além de cafageste é burro. Rogério diz que a babe é sua amante e que as amantes assumem um papel demasiado importante na vida de um homem casado e que não há razão ou religião que o desista de lutar por ela.

 

Aqui compreende-se o porquê de babe não o querer, e ele estar a canção toda a implorar pelo seu amor. Babe, e com todo o direito, quer ser principal, mas não a outra, mas também não adianta pedir-lhe para deixar a mulher, porque sabe que rapidamente este encontrará outra amante.

 

Don't you tell me no
Don't you tell me no
Don't you tell me no
Don't you tell me no

 

So, I hear you calling
Oh baby please
Give a little respect to me

 

E Rogério tenta... continua a tentar... E a sua babe só lhe pede que ele a respeite, e que se vá embora! E assim termina a música. 1 para Babe; 0 para Rogério.

 

Eu... tenho de ser sincera convosco, não conheço a babe do Rogério, até porque nasci nesse ano e ainda era muito pequena, mas... Mulher inteligente, essa!

 

 

15 comentários

Comentar post

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.