Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Oh vá lá, vocês são melhores que isto...

Pessoas, vou fazer-vos um pedido, em nome da humanidade e das pessoas que estão atrás de um balcão a aturar-vos. É que nós não temos culpa.

 

Nunca, em tempo algum, façam aquele joguinho com as pessoas que vos acompanham:

 

Pessoa 1: Eu é que pago, não aceite o dela!

Pessoa 2: Nada disso, não aceite o dela, eu é que vou pagar!

Pessoa 1: Não. Eu é que pago!

Pessoa 2: Olhe que fico chateada consigo se aceita o dela!

 

E não vale a pena deitarem-me olhares de ódio, não vale a pena fazerem chantagem emocional, que eu tenho uma técnica para resolver esta situação: Pego no que estiver mais próximo de mim, e como acabei de dizer a uma cliente, agorinha mesmo: "Decidam-se que para  mim o dinheiro é igual, e é-me indiferente quem paga!"

 

Estão à espera que a empregada de balcão faça o quê? Que descortine quem tem mais ou menos dinheiro? Quem tem mais ou menos poder? Quem tem mais ou menos sanidade mental?... Lamento informar, mas a empregada de balcão, não quer saber. Só que, sem querer, colocam-nos numa situação bastante chata...

 

 

68 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.