Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

A Mula foi a um cabeleireiro chique e não gostou!

Como sabem, sou eu que arranjo o meu cabelo em casa: Já há alguns meses que sou eu que o pinto, sou eu que o estico, sou eu que o hidrato, e afins. Mas há uma coisa que a Mula por mais empenhada que seja, não consegue fazer: Não consegue cortar o cabelo. Bem... vá, conseguir até consegue, mas não consegue cortar o cabelo direito, sem parecer um cabelo de um punk marado. 

 

"Tenho um vale no cabeleireiro do shopping que o corte fica-te por 8,5€" diz-me a minha mãe.

"Que bom, é realmente de aproveitar" digo.

 

E lá fui eu toda pelintra e pimpona cortar o cabelo a um cabeleireiro de um shopping, todo chiquérrimo. Entro, vêm-me buscar imediatamente à porta, tiram-me o casaco e colocam-me numa cruzeta toda XPTO, pediram-me para levar a carteira que "está cheio e nunca se sabe quem está aqui dentro" e seguimos viagem. Perguntam-me se tenho preferência pela cabeleireira, respondo que não conheço ninguém e que por isso que era indiferente. É-me imediatamente destacada uma cabeleireira toda sorrisos e simpatias que dá a sua sugestão após as minhas primeiras indicações.

 

A lavagem do cabelo foi algo espectacular, tenho-vos a dizer... massagem aqui, massagem ali... e acho que sabem que adoro massagens! Oh se adoro!

 

Estica-me o cabelo com a steampod - que um dia tenciono comprar -, que para quem não sabe, é uma placa de alisamento que à medida que vai sendo utilizada vai deitando um produto hidratante, ou seja, para além de não estragar o cabelo com o calor, ainda o hidrata. 

 

Conversa aqui, conversa ali... Reparo que o salão tem demasiada luz que nem me permite ver muito bem, e está cheio de espelhos que me faz perder a noção de onde estava, realmente... Acabando a sentir-me zonza, como se alguma droga existisse no ar.

 

Chega, entretanto, a inevitável hora de pagar!

 

Não, efectivamente o valor não era 8,5€. Fui informada que nos salões de shopping é tudo pago separadamente... ou seja, é sempre a somar parcelas, e que o corte de cabelo não engloba a secagem do mesmo, e que esses 8,5€ só englobavam o acto de pegar numa tesoura e ceifar cabelo, e que normalmente esse valor era de 13,5, SÓ para ceifar cabelo... ora, informada apenas à saída, iriia pagar 20€ pelo corte, em vez de 24,5€, diziam-me! A sério? 24,5€ por cortar as pontas do cabelo, e proceder à respectiva secagem do mesmo?

 

Após reclamar, e de alegar burla e falsa informação, já que o voucher não dizia que não englobava a secagem - como é, em todo lado habitual -, veio a gerente desse suposto salãozeco, tentar acalmar os ânimos e lá me fez um desconto, que ainda assim, corresponde ao dobro do valor que tencionava pagar. 

 

Eu compreendo que estando num centro comercial, e tendo um salão tão grande, que devem ter uma renda altíssima para pagar, mas não tentem fazer as pessoas passarem por parvas. Por isso, vou continuar a ir aos "salões de rua" como a moça fez questão de mencionar, que não pago mais de 15€ e o resultado ... adivinhem lá: é exactamente o mesmo.

 

Sim, a Mula foi a um cabeleireiro chique e não tenciona lá voltar!

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.