Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Não sei se me ria... ou se lhe bata! #5

Ele fez o jantar. Nós cozinhamos à vez, e era a vez dele cozinhar. Depois do jantar, e sem que eu pedisse o que quer que fosse, muito solícito pergunta-me:

 

Queres morangos com açúcar, que eu vou preparar?

 

Estranhei a oferta, preparar fruta não é com ele, e muito menos morangos, que me pede sempre carinhosamente para eu lhe preparar, com calda de chocolate. Curiosamente, era mesmo o que me estava a apetecer, dei-lhe um beijinho e agradeci a leitura do meu pensamento. Com tudo isto, nem me lembrei que ainda havia gelado...

 

 

...Ou não! Não, já não havia, porque ele comeu-o TODO às escondidas na cozinha, e antes que me apetecesse gelado e desse pelo seu pecado, preparou-me uma sobremesa alternativa... E quando é que dei pela ausência deste no congelador? Apenas no dia seguinte, está claro...

 

 

 

Mulo 1 - Mula 0!

Não sei se me ria... ou se lhe bata!

Fiz ontem pela primeira vez risotto - estava uma delícia modéstia à parte - mas como cogumelos não é muito a onda do Mulo, pergunto-lhe após este se servir pela segunda vez:

 

Mula: Bem, isto está mesmo bom, não está?

Mulo: Por acaso está! Só é pena os cogumelos... não podes fazer sem eles da próxima vez?

Mula: Poder podia... Só que não!

 

Ora... um risotto de cogumelos sem cogumelos é coisa que é capaz de não resultar, até porque ele gosta do sabor, só não gosta, pelo que eu percebo - que não percebo nada - é da textura. Entretanto levantou-se e foi-se servir uma terceira vez. A sério que não gosta de cogumelos?

 

Curral da Má Língua #7 Comportamentos bizarros dos Homens

Vocês sabem que eu até nem sou má língua, que falar mal dos outros - e dos homens - até nem é comigo. Eu... Que estou sempre aqui tão quietinha no meu canto e não me meto com ninguém... Prova disso é que as matérias para o Curral da Má Língua, raramente são pensadas por mim. Vêem? Eu sou na realidade uma santa, até acho que quando morrer deveria de ser beatificada e enterrada no Panteão Nacional.

 

Claro que, os assuntos depois vêm ter comigo, e eu não lhes sou indiferente, mas aí... Aí é outra coisa!

 

197034_955e_1024x20002.jpg

 

Sofia entrou em contacto com a Mula com três questões que me pareceram importantes para debater aqui, convosco. 

 

Ei-las:

Por que é que os homens têm o fetiche de não fechar a porta do wc, principalmente quando os wc's são mistos?! Por que é que saem de lá a fechar a braguilha ou se vão despindo pelo caminho?

 

Confesso que isso dos homens não fecharem a porta, é algo que até então desconhecia, mas a questão de irem a arranjar o material enquanto entram e saem das respectivas, realmente é algo que reparo que acontece com frequência.

 

Meninas porque acham que isto acontece?

Meninos querem elucidar-nos das vossas motivações para tais comportamentos?

 

Permitam-me também que vos questione:

Quais os comportamentos masculinos que mais irritam as mulheres?

 

E que comece a discussão...

Homens independentes?

Claro que sim... até entrarem na cozinha. Aí acaba-se a independência.

 

Ontem foi dia de pintar o cabelo, e era também o dia do Mulo cozinhar. No entanto, como cheguei mais cedo a casa, e era dia de lasanha, comecei a estufar a carne para a dita. Entretanto o Mulo chega a casa e peço-lhe que tome conta da carne, acedeu e lá fui eu pintar o cabelo.

 

Entretanto, decidi fazer para entrada umas bolinhas de alheira que tinha no frigorífico a terminar a validade, e como ia precisar do forno, foi uma boa altura para as cozinhar. Coloco as bolinhas no forno, monto a lasanha e dou uma instrução relativamente clara:

 

"As bolinhas de Alheira ficam no forno por cerca de 20 minutos, e assim que o forno apitar, só tens de tirar e colocar a lasanha no forno."

 

Instruções dadas, hora de ir para o banho. Entro na banheira e 5 minutos depois está a bater à porta: 

 

- Chega aqui rápido!

- Estou no Banho!

- Mas as bolas estão se a desfazer!

- Ainda não passaram os 20 minutos, deixa-as estar!

- Mas as bolas estão moles!

- Que entendes por moles?

 

E já não obtive resposta. Termino de tomar banho rapidamente, e vou a correr para a cozinha para perceber o que se passava, e vejo-o todo a atrapalhado a fazer a troca do forno...

 

- O que é se passa? - pergunto.

- Nada, podes ir...

 

E lá fui eu, acabar o meu ritual de beleza. 

 

Em suma... acabou por resolver tudo sozinho, mas antes sequer de tentar, foi ver se eu estava disponível... E se eu estivesse disponível teria sido eu a pensar e a perceber o que é que se fazia a seguir.

 

Homens independentes? Sim... Mas até entrarem na cozinha, ou serem obrigados a tomar decisões culinárias!

 

 

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.