Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

O Instagram está a tornar-me mesquinha

Nunca fui mesquinha. De verdade, nunca fui. Sou na vida como sou no blog: prática, descomprometida com os problemas e sempre que possível descomplicada.

 

Não faço nada na tentativa de receber retribuição - a não ser trabalhar, ok? Se trabalho espero receber a minha pequena esmola ao final do mês. Sou assim, nada feito! - mesmo no blog, nunca fui de comentar ninguém na esperança que alguém me comentasse de volta - talvez só um bocadinho, de modo mais ou menos inconsciente, no início - e sempre o fiz apenas porque achei pertinente, porque queria participar, ou apenas porque me apeteceu. Sempre com a ênfase em mim, nunca no que o outro pudesse fazer com isso. Dessa forma fui seguindo blogs com os quais me identifico, cujos conteúdos me fazem sentido, rir, ou simplesmente - como se fosse pouco - pensar.

 

Nunca segui um blog apenas com o intuito que me seguissem de volta. Claro que quando assim acontece, é uma honra. Se alguém que eu admiro e acho engraçado, me segue de volta, fico feliz, obviamente, não me é indiferente e não passa despercebido. Não sou, de todo, mal agradecida, e qualquer novo seguidor, qualquer novo comentador é tratado por igual, com o mesmo carinho e respeito, tenha a opinião que tiver, e só se me calcarem os calos até fazer sangue, é que recebem machadada de volta. Escrevo por mim e para mim, mas no fundo só faz sentido convosco. Por isso não me é, de todo, indiferente quando percebo que me seguem - mesmo quando não sigo de volta - porque realmente acham alguma pouca piada às coisas desinteressantes que por aqui empenhada vos escrevo diariamente.

 

Posto isto, não sou porque não sou, mesquinha. Mas o instagram está a tornar-me mesquinha!

 

Descobri que há seres no instagram que nos seguem só para que os sigamos de volta - a sério Mula, só percebeste isso agora? -, e assim que carregamos no botão "seguir" eles de imediato - ou alguns dias depois - removem a nossa subscrição. O meu número de seguidores do instagram parece um eletrocardiograma nervoso: Ora sobe, ora desce, ora estabiliza, ora sobre, ora desce... Bem já compreenderam, não já?

 

Curiosa com tal fenómeno, decidi instalar a aplicação InstaFollow que permite controlar os nossos seguidores! Ou seja, a aplicação dá cavaco de quem nos adiciona e de quem nos remove, das subscrições que existem em comum e afins. A sério, não sou mesquinha, não sou! Mas sempre que me subscrevem, e assim que eu subscrevo de volta eles removem a subscrição, eu não quero saber se gosto muito da página ou não, removo também e não se fala mais nisso.

 

Sabem que mais gentinha que anda atrás de likes e likinhos no Instagram? Ide pró caralhinho!

A Mula e o Instagram

Já estamos em 2016, e o Instagram foi criado em 2010 e ganhou grande popularidade em 2012, por isso, tendo em conta que já se passaram alguns anos desde então, acho que já posso aderir sem pensarem que estou a aderir a modas. 

 

Nada disso, que na realidade pouco me importa o que pensam ou deixam de pensar, realmente.

 

A verdade é que aderi, como alguns já repararam, ao desafio das 365 fotos sugerido pelo blog Crónicas de um café mal tirado e decidi alterar um bocadinho a forma de participar neste desafio. Em suma, e muito resumidamente vou copiar - porque às vezes sou pior que a Maria Nabiça - Just_Smile e não vou colocar as fotos diariamente no blog como estava a acontecer. As fotos serão colocadas diariamente - ou sempre que me lembrar - no Instagram - que chique! - com publicação para o facebook, e semanalmente farei um apanhado da minha semana, aqui no blog, contando-vos a inspiração que tive para cada foto.

 

Por isso... e muito resumidamente é isto, a Mula agora é um bocadinho mais chique, tem Instagram e coiso e tal, e e tal e coiso. Entrentanto, também vão puder ir acompanhando as fotos que vão sendo publicadas no Instagram ali ao lado direito na barrita de cereais do sapo.

 

 

Instagram

 

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.