Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

A Mula foi à Taparia... com a Odisseias.

Lembram-se do meu problemão com a Odisseias? Pois muito bem, eles ignoraram as minhas chamadas, ignoraram as minhas mensagens nos voicemails. E apesar de ignoraram também os meus e-mails, algo me dizia que eles não iriam ignorar a queixa feita no Portal da Queixa. Não me enganei. Dois ou três dias após a publicação da queixa no Portal da Queixa responderam a explicar a demora na resposta, carregados de bla bla blas. Mas adiante. A verdade é que prolongaram o voucher por mais dois meses, ainda que tenham que ter atualizado a lista de restaurantes a que teria acesso e ter perdido as outras opções que eu gostava de ter experimentado, como foi o caso do Tascö, que já ando para experimentar vai para mais de um ano. Esta nova lista era muito menos variada e muito mais limitada, mas enfim. O que interessa é que de uma maneira ou de outra, solucionaram uma parte do problema.

 

Decidi assim ir à Taparia, perto do aeroporto do Porto, experimentar o Menu Mediterrâneo que permitiu escolher três tapas de uma lista de seis. 

 

Escolhemos, carne de novilho laminada na tábua, acompanhada de batata frita, a tapa silvestre, com cebola doce, rúcula, queijo brie e molho de soja e a tortilha de cebola e bacon, tapas acompanhadas pela bela e deliciosa sangria tinta, com muita fruta, fresquinha. Muito boa.

 

1495374263186.jpg

 1495374195350.jpg

 

Quanto à carne de novilho laminada na tábua, é a tábua que brilhou na mesa. A carne é muito saborosa, suculenta e tenra. Vem, acima de tudo, numa boa quantidade para dois. As batatas também estavam boas, mas deveriam de estar mais estaladiças e quiçá acompanhadas de algum molho. Fica desde já a sugestão.

 

1495374008459.jpg

 

A tapa silvestre, com cebola doce, rúcula, queijo brie e molho de soja foi uma grande surpresa e ao mesmo tempo uma desilusão. A grande surpresa é pela bomba de sabor. É simplesmente deliciosa. A desilusão é pela quantidade, porque considero que não vem em quantidade suficiente para duas pessoas, basicamente funcionaram como entradas e não como uma tapa.

 

1495374084973.jpg

 

A tortilha de cebola e bacon foi a grande desilusão da noite. Não é má, é saborosa mas não sentimos qualquer sabor a cebola e muito menos a bacon, pelo que foi basicamente uma tortilha exclusiva de batata, mas gostei de acompanhar a carne com a tortilha.

 

1495374129666.jpg

 

Qualquer que fosse a tapa, gostamos bastante da apresentação, o restaurante é acolhedor ainda que barulhento, mas aí, a culpa não é dos seus proprietários, mas das pessoas que o frequentam. As funcionárias - e o funcionário - são muito simpáticos e gostei do facto de um voucher não ter sido motivo para ter um tratamento diferente - normalmente para pior - como é recorrente. Desde a chamada até ao próprio dia, fomos bem recebidos, e não houve qualquer problema por termos reservado para o fim-de-semana, aliás eu queria reservar para quinta-feira, só que já liguei tarde e já não conseguiam ter a carne pronta para esse dia, tendo sido sugestão da casa irmos lá na sexta-feira ou no sábado à noite.

 

Finalizamos a refeição com duas sobremesas - como não podia deixar de ser - que também estavam incluídas. Eu escolhi uma sobremesa de bolacha que veio servido em taça e era uma delícia, fazendo lembrando o tiramisú. Ele escolheu, por sugestão da casa o doce de morango, que é com morangos, uma espécie de gelatina de morango, natas e bolacha, também muito saborosa.

 

1495374392492.jpg

 

Foi sem dúvida uma boa experiência que eu gostaria de repetir, para provar outras tapas, outras especialidades. Acho que se forem duas pessoas que comam muito, que será pouca comida, tendo em conta o valor do voucher, para nós foi o suficiente e gostamos.

 

Alguém já conhecia a Taparia?

A Mula foi ao DeGema...

... E não ficou surpreendida nem assoberbada.

 

Abriu um DeGema no Maiashopping, aproveitamos que fomos lá ao cinema e decidimos experimentar os tão bem falados hambúrgueres da moda. As expectativas estavam altas. Eu para não variar pedi um hambúrguer vegetariano - os meus favoritos - o Um calhau com dois olhos, com cogumelos portobello, espinafres e maçã caramelizada, ele pediu um Ganda Sostra literalmente com tudo e mais alguma coisa.

 

IMG_20170219_203813.jpg

(Um calhau com dois olhos com espinafres e cogumelos portobello)

 

Quanto às batatas, umas vieram às rodelas, outras aos palitos, escolhemos as duas para provar. Ambas vieram frias e pouco crocantes Acho que esta foi a grande desilusão. No caso das batatas às rodelas, vinham por cima do molho de uma tal maneira, que só quase no fim das batatas às rodelas é que descobri que também tinham direito a molho e o molho achei-o demasiado picante, mas aqui admito que é uma preferência pessoal, gosto deles com mais sabor a alho!

 

Os hambúrgueres são saborosos, mas não são nada de especial e são acima de tudo muito difíceis de comer. Vêm com demasiado molho o que faz com que o pão fique muito mole e os guardanapos todos encharcados. Metade do hambúrguer cai no prato de tão difícil que é de comer. Não os achei adequados para comer à mão, mas não nos foram facilitados talheres para o efeito. Quanto ao meu, tive pena de quase não sentir o sabor da maçã caramelizada, onde os espinafres eram em excesso e abafavam o sabor de tudo o resto. O dele, o Ganda Sostra, achei-o mais saboroso, os sabores mais intensos, mas quase impossível de comer à mão, escangalhava-se todo...

 

IMG_20170219_203821.jpg

(Ganda Sostra - Acho que aqui dá para ver o que eu quero dizer com... excesso de molho)

 

Em suma, são aqueles hambúrgueres que são uma verdadeira javardice para comer num centro comercial. Mas admito a culpa, eu é que se calhar escolhi um mau sítio para os provar. Para não ajudar, achei-os muito pesados, muito indigestos e umas horas mais tarde, tanto eu como o Mulo parecíamos que tínhamos uns pedregulhos no estômago, e nós comemos francesinhas!

 

Gosto do conceito. Sou fã do Baixa Burguer, para mim os melhores hambúrgueres artesanais da zona. Mas não fiquei fã dos hambúrgueres do DeGema, posso ter tido muito azar, mas são estes azares que me fazem não querer repetir um restaurante.

 

Fiquei com pena...

A melhor panna cotta do mundo é no TidBit

Não digo que seja efetivamente a melhor do mundo, mas é sem dúvida a melhor que eu já comi. 

 

Sábado à noite foi noite de conhecer uma blogger aqui do pedaço que já estava há alguns meses para conhecer. Após descobrirmos que tínhamos uma amiga em comum, lá marcamos uma jantarada e assim conheci o TidBit e a m-M, duas grandes e boas surpresas.

 

O espaço é muito agradável, os funcionários muito simpáticos e prestáveis e de bom-humor, o que é bastante importante em jantares de amigos. Achei o serviço um pouco lento, mas com uma conversa agradável isso não se sentiu.

 

Começando pelas entradas, apesar de ter sido as saídas que mais me impressionaram.

 

Começamos por uns rissóis de carne super recheados, e bem saborosos. Foi uma boa maneira de começar a noite. Seguiu-se uma espécie de pão de alho com queijo que nada mais é que um pão de alho em forma de pizza e com massa de pizza. Muito saboroso e diferente do habitual. Fiquei curiosa com os pratos seguintes.

 

Eu pedi um linguine al samon o Mulo como não podia deixar de ser uma pizza. A pizza de massa fina era bastante crocante e muito saborosa, enorme, acho que num almoço ou para um jantar leve uma pizza daquelas para duas pessoas é mais do que suficiente. O meu linguine estava, para mim, que estou habituada a cozinhar com pouco sal, confesso que o senti um pouco salgado, o salmão estava bastante apurado, e estranhei um pouco, mas estava muito saboroso. Uma vez mais, um prato que dava para partilhar. Mesmo o Risotto da m-M, era enorme, acho que as doses são realmente gigantes.

 

1487555696064.jpg

 

A sobremesa foi sem dúvida a grande revelação. 

 

Pedi uma panna cotta de citrinos com coulis de framboesa e frutos vermelhos. Até me babo só de me lembrar. Confesso que quando imaginei a panna cotta de citrinos a imaginei pouco branca, e fiquei a pensar quando a trouxeram que afinal seria uma panna cotta normalíssima, mas não foi o que encontrei. Tinha um sabor cítrico, entre o limão e o alaranjado, bastante docinha, contrabalançada com a acidez dos frutos vermelhos. Sem dúvida deliciosa!

 

1487555805071.jpg

 

Sou fã de italiano. Desde sempre que a minha especialidade cá em casa são massas, quando vim de Milão passei a procurar por aqui perto restaurantes italianos que me pudessem colmatar as saudades de Milão e este entra sem dúvida para a lista dos restaurantes italianos a repetir.

 

Quem já conhece o TidBit?

As melhores bifanas do Porto...

...comem-se em Valongo, na Av. Primeiro de Maio para ser mais precisa.

 

1463680064906.jpg

 

Se querem umas boas papas de sarrabulho - quem aprecia diz que são uma delícia - ou uma boa sopa de legumes com molho de bifana, e umas bifanas a fazer pandã, então não podem deixar de visitar este espaço.

 

O espaço não é de luxo, não é gourmet, mas os preços são acessíveis e a comida deliciosa. Para quem acha que as bifanas do Conga são as melhores bifanas do norte, aconselho a provarem estas antes de manterem essa versão. A verdade é que as do Conga são muito boas, mas são exageradamente picantes o que resulta numa falta de sabor. A sopa é igualmente mais aguada e menos saborosa. Aqui, em Valongo as bifanas são picantes - mas não em exagero - o que faz com que sejam muito saborosas. Esta casa tem também os pipis como especialidade.

 

Claro que, e como verdadeiro tasco que é, o espaço é bastante pequeno e por vezes é necessário aguardar algum tempo até se conseguir mesa, mas a espera é sempre compensada com a alegria dos funcionários e o sabor da comida que servem!

 

Sem dúvida que a Mula recomenda a Casa das Bifanas de Valongo.

 

Atenção: Estabelecimento encerrado aos domingos.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.