Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Precisa-se...

... de estagiária, não remunerada, especialista em limpezas, para serviço de limpezas em Valongo. Oferece-se uma refeição com sobremesa incluída e ainda dá-se referências para trabalhos futuros. Pede-se referências e exige-se a máxima perfeição na execução das tarefas. Casa pequena, limpa-se em três tempos. É necessário gostar de gatos.

 

Os interessados deverão enviar e-mail para desabafosdamula@hotmail.com.

 

Urgente.

Obrigada.

A criança que há em mim... #2

Em tempos comprei um livro de colorir para adultos, como disse aqui. Rapidamente desmoralizei porque não comprei uns lápis de colorir em condições, e não tinham cores vivas como eu gosto. Entretanto já me actualizei e já gastei o meu ordenado nuns lápis a sério. E pronto... tenho andando entretida com isto (o da esquerda é o actual, ainda não está terminado):

 

colorir.jpg

 

Confesso que nisto dos desenhos e de colorir, gosto de coisas bem femininas e infantis - não se nota nada, pois não? -, sei lá porquê, gosto e pronto! A verdade é que estou a gostar, não tenho técnica, nem sei fazer sombreados, nem nada do género, mas, quando as coisas nos dão prazer tudo o resto pouco importa.

Estou de coração partido...

Há pouco, veio cá à loja, um senhor, um sem-abrigo.

 

Não, o senhor não veio pedir dinheiro... Ou comida... Ou algo de valor. O senhor veio cá porque precisava de uma caixa para dormir... Infelizmente não tinha nada comigo, nem uma peça de fruta, nem um iogurte... Nem a caixa que o senhor precisava...

 

Fiquei com o coração tão apertadinho...

 

Claro que eu sei que os sem-abrigo existem, que precisam de tantas e tantas coisas... mas infelizmente, sou um comum mortal: só quando me batem à porta é que o meu coração se amarfanha de tal maneira que até dói...

 

O meu colega diz que a culpa é dos trabalhadores sociais... no fundo, então, a culpa é também um pouco minha, e acaba por ser um pouco de todos. Porque me dói na alma, mas não faço nada para mudar coisa nenhuma...

 

Enfim... fiquei deprimida e de coração partido!

 

[O senhor entretanto, arranjou uma boa caixa, grande, na loja em frente.]

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.