Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Uma espécie de Review de alguém que não percebe nada disto: 5ª Vaga

A Mula foi esta semana pela primeira vez ao cinema, em 2016, e começou logo em grande. Fui ver o filme: A 5ª Vaga. Adianto-vos já que adorei.

 

 

A 5ª Vaga é o primeiro filme da trilogia escrita por Rick Yancey e retrata a história de uma invasão de extra-terrestres com o intuito de livrar a terra dos humanos, para futura ocupação dessa espécie alienígena. É um filme onde os protagonistas são crianças e adolescentes, e por isso considero um filme para o público juvenil, no entanto, e tendo em conta o número de adultos crescidos que conheço, que já foram ver o filme, o feedback tem sido muito positivo. Ou seja, é um filme para o público jovem que também faz as delícias de alguns adultos. Mas por esse mesmo motivo, não podem esperar um filme com uma trama muito complicada de compreender.

 

Não vos vou mentir, é um filme com alguns - bastantes - lapsos de gravação, mas que facilmente são esquecidos pela acção constante que se verifica no mesmo. Apesar de ser, mais um, filme de destruição terrestre, ocupação por terceiros, luta do bem contra o mal, é um filme que prende desde o primeiro ao último segundo e no final ainda se fica com o gostinho a pouco.

 

Claro está, que no meio da luta pela humanidade, ainda há tempo para uma história de amor, que aqui, a meu ver, tem situações despropositadas como a seguinte situação:

 

Vamos matá-los, o mundo está a ser destruído, mas dá cá um beijo apaixonado primeiro, que durará uma eternidade, quando uma bomba já está em contagem decrescente e eles têm de sair dali imediatamente.

 

É... mais ou menos isto. Acho que a história por esta visão, perde um pouco a credibilidade, mas não nos podemos esquecer que é um filme para um púbico mais jovem, e nesta vertente, acaba por fazer mais sentido.

 

Pela forma como ficou o final, em aberto, creio que o segundo livro - O Mar Infinito -  também seja adaptado para para o grande ecrã. Pelo menos, assim fico à espera.

 

E pronto... verdade seja dita, eu sei que o Alex Roe é mais novinho que eu... mas... ok, fiquemos por aqui!

 

Tudo para o cinema, imediatamente!

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.