Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Quem conta um conto... #1 Cartas de Inês

Gosto de histórias. Gosto de histórias, porque estas nos trazem muitas vezes mensagens de esperança, mensagens de amor. Gosto de histórias porque elas me fazem viajar, viver vidas diferentes, ter sentimentos novos. Gosto de histórias, e por isso, sempre que me inspirar partilharei convosco pequenos contos que conto escrever sempre que sentir que posso.

 

Porque quem conta um conto... vive uma história, e pronto!

 

CartasdeInes.jpg

 

A história do Pedro e da Inês não começou quando, às escondidas, se beijaram no carro dele, à noite. A história deste jovem casal começou um pouco antes, quando os seus dedos se tocaram suavemente, tão suavemente, naquele dia soalheiro. Os dois estavam sentados no chão, vendo os amigos jogarem futebol e Pedro aproximara-se dela gradualmente e dera-lhe a mão sem que nada o fizesse prever. O coração de Inês parara naquele instante, suspirava há vários dias por aqueles olhos azuis. Pedro era já homem crescido, Inês apenas uma criança que sentia o amor pela primeira vez.

 

 

 

Chamas-me Mula...

logo post.jpg

 

Chamas-me Mula porque sou eu quem carrega os teus sentimentos mais negros, aqueles que sentes por quem te trata mal - pelo teu chefe, pelos teus familiares e pseudo-amigos. Chamas-me Mula para não chamares nada de pior a ti próprio, porque os teus piores sentimentos são por ti, e talvez por mim - um bocadinho -, porque sou eu quem te lembra do teu mau feitio, do teu olhar vazio e distante. Sou eu quem te exige que sejas uma melhor pessoa. Não por ti, não por mim, mas por nós.

 

Chamas-me Mula porque sabes que te amo e que aguento, achas que sempre irei aguentar. Talvez não aguente eternamente, porque em mim também tenho guardados sentimentos negros por aqueles que me tratam mal, também pelo meu chefe, pelos meus familiares e pseudo-amigos, e como não chamo Mulo a ninguém não tenho como descarregar a energia que me atormenta e me mata um bocadinho a cada dia. 

 

Chamas-me Mula, mas quando esta Mula deixar de ser mula, talvez não chames Mula a mais ninguém...

Rubrica Semanal - Os Tais de Carlão

Os Tais Carlão.jpg

Ano após ano a música portuguesa tem vindo a ficar mais rica - surgem novas vozes e reinventam-se outras. Este é um caso de reinvenção, que considero fantástica - o antigo Pacman dos Da Weasel, virado para si, reinventa-se e agora é Carlão e encanta-nos com a sua voz. E assim escolho a música para esta semana:

 

 

 

"O que aprendemos com os gatos"

18187926_0OwSB.jpeg.jpg

 

Por vezes quando nada tenho para fazer, vou passear até às livrarias mais próximas, em busca de algo novo que me possa interessar ler. E ontem foi assim. Numa visita à Bertrand, vi um pequeno livro de capa monocromática. Não sei se o que me chamou a atenção foi o título - O que aprendemos com os gatos -, ou simplesmente a imagem de fundo - uma lateral de um focinho de gato olhando atentamente para algo. Folheei delicadamente, li alguns excertos e lá acabei por comprar.

 

A caminho casa, e enquanto esperava pelo comboio decidi começar a ler o meu pequeno novo livro, que se iniciava com um belo e triste poema de Esteban Villegas:

 

 

 

Rubrica Semanal (1ª Edição) - Take me to church do Hozier

Rubrica 1.jpg

 

E é com um prazer relativo que vos apresento uma rubrica, aparentemente semanal, que consistirá na interpretação de diversas músicas. Semanalmente a Mula escolherá uma música e irá, à sua, maneira apresentar uma explicação, óbvia ou não, seguida do seu comentário, porque como temos vindo a perceber, estamos perante uma mula muito opinativa.

 

A música escolhida para inaugurar esta rubrica é...

 

Take me to Church - Hozier

 

 

 

O Primeiro Beijo

banner post beijo.png

 

Dizem que o primeiro beijo nunca se esquece. 

 

Idealizado na cabeça das crianças, reproduzido vezes sem conta no cinema, o primeiro beijo é tratado como uma flor sensível mas que eternamente viverá no imaginário de todos nós. Dizem que quando olhamos para trás e nos lembramos do nosso primeiro beijo, que nos arrepiamos e nos lembramos saudosos da nossa infância e adolescência. Dizem que nunca um beijo é igual ao primeiro.

 

 

Burros, Mulos, Mulas e Jumentos: Uma questão de amor!

 

Burrobanner.jpg

 

Desengane-se quem achar que se refere tudo ao mesmo animal!

 

Com a criação deste blog, e com a atribuição do animal "Mulo" ao meu companheiro, surgiram algumas dúvidas aos leitores, que me questionaram se o termo mais correcto não seria "Burro" - não sei se pretendem de algum modo querer fazer alguma referência a alguma característica do próprio, ou se foi algum reparo inocente... Será algo para pensar!

 

Mas regressando ao tema, que não quero gerar mal entendidos. 

Primeiramente, desejo esclarecer, que não  lhe atribuí o nome de Burro por uma questão ofensiva, mas por uma questão de amor.

 

 

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.