Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Até amanha*

Andei há uns dias atrás um pouco chateada, amuada, triste - como lhe quiserem chamar - mas não há sofrimento que dure a vida toda, até porque como diz o povo português: "Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca se acabe.", e por isso digo com alguma frequência que não acredito na felicidade mas em momentos felizes. E eu hoje estou num momento feliz.

 

E embora ninguém tenha perguntado, nem ninguém queira saber, eu digo na mesma!

 

Hoje o Mulo entra nos intas e como tal hoje há jantar especial cá em casa. Como não quis comemorar com os amigos será só um jantar especial a dois. E... sou sincera, estou muito curiosa para ver o que ele achou da prenda que lhe comprei!

 

2015-12-16_13.43.08.jpg

 

Tenho a confessar-vos uma coisa: Eu adoro receber prendas. Mas... gosto ainda mais de as dar, e gosto de dar coisas que as pessoas não estão à espera só para ver a reacção - quando a reacção é boa, está claro. Por isso... olhem...

 

Sejam felizes, ou tenham momentos felizes!

 

E agora shiuuu que ele está quase a chegar, ao menu sinal, cantamos todos os parabéns em uníssono! ^_^

 

Até amanhã*

Hoje é dia de festa

 

E hoje os Desabafos da Mula fazem 4 meses. É ainda um bebé, mas é um bebé que me dá um orgulho enorme! Ai se vocês imaginassem o orgulho! Para celebrar, decidi reavivar alguns textos que me deram um prazer enorme escrever, ainda no tempo de uma Mula totalmente desconhecida.

 

E o TOP 5 dos textos antigos é:

Burros, Mulos, Mulas e Jumentos

O Primeiro Beijo

No dia em que tudo mudou

Fraqueza

O meu espaço é mais valioso do que o teu

 

Estes foram os 5 textos mais antigos que me deram mais prazer escrever. Se alguém estiver com paciência e sem nada para fazer, digam lá qual o vosso preferido. Querem um gin para acompanhar? Temos também vinho do porto, para quem não gostar de gin, que porto é coisa que não pode faltar cá em casa. Façamos então um brinde aos blogs! Desejo a todos muita inspiração para que nunca deixem morrer um blog, que eu vou tentar nunca deixar morrer o meu.

A Mula faz dois meses e lança um desafio!

E é motivo para celebrar!

Vamos dançar?

mula 2 meses.jpg

Por ser dia de festa, tenho, uma prenda para mim e para vocês, para quem quiser, está claro, que o cantinho é meu, mas não sou uma ditadora: um novo desafio semanal, podem ler mais no final do post. 

 

Antes de mais, gostaria de vos dizer, que estou em êxtase, porque o feedback destes dois meses, é muito positivo, e a anos-luz do que eu imaginava que iria ser:

       - 1580 visitas (1260 das quais apenas neste último mês, o que significa uma média diária de 44 visitas apenas num mês)?

       - 114 post's, 323 comentários (não esquecendo que metade são meus), 43 reacções?

       - 45 Seguidores? 

 

Muito obrigada!

Muito obrigada, mesmo, a todos aqueles que ao longo deste mês - essencialmente - têm seguido, comentado e apoiado este meu cantinho que é tão especial para mim e me faz tão bem. A verdade, e só porque sou mesmo mula, este cantinho existiria na mesma sem vocês, mas com vocês tem um gostinho especial. Ver um novo favorito, um novo comentário, um novo seguidor, dá-me alento para querer escrever mais e melhor. É como o slogan de uma empresa que odeio: continuaria a escrever neste blog sem vocês? Continuar, continuaria, mas não seria a mesma coisa! Por isso, uma vez mais vos agradeço! E aproveitem estes obrigados todos, que tão cedo não verão outros! Não é normal eu ser assim, umas mãos largas de brotar felicidade pelos poros abertos da minha cara.

 

Um desafio:

E para celebrar, lanço hoje uma nova corrente de post's, ao estilo das #Curtas do dia, que tentarei escrever semanalmente. Faço desde já o convite a todos aqueles que estiverem a ler, para se juntarem a mim. 

 

A ideia é criar um post com "Eu já... ", com o objectivo de contar sentimentos que já tivemos, experiências - boas ou más - que já vivemos, and so on. O objectivo, no fundo é formar uma frase, verdadeira, sobre nós, a partir do "Eu já... #". Lembrei-me disto enquanto tomava um banho de imersão, 'tá? Podia dar-me para pior...

 

E é isto, quem me quiser acompanhar, pode fazê-lo através do seu próprio blog, através dos comentários, ou se alguém quiser que eu publique algo em nome de alguém (ou em anónimo), é só enviar mail para a Mula, que assim que puder, satisfarei a vontade do leitor ou leitora, sim?

 

Se não houver ninguém com interesse em seguir esta ideia brilhante - ou apenas parva - da Mula, a Mula seguirá, na mesma muito feliz, o seu caminho solitário. 

 

Então vamos lá... mais logo poderão ler o primeiro "Eu já...", vou só ali confessar-me primeiro e já volto!

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.