Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Solteirices #5

solteira5.jpg

Imagem retirada daqui

 

Com o passar do tempo, e após colecionar uns tantos anormais, desisti das aplicações. Desisti umas quantas vezes, quando a solidão batia, lá instalei mais algumas vezes e fui alternando entre opiniões e situações. Definitivamente as aplicações não são para mim, por diversos motivos, inclusive e essencialmente, devido à minha falta de paciência e à quantidade de anormais que nelas constam como, de resto, já tínhamos concluído.

 

Neste seguimento, uma amiga minha vendeu-me as vantagens do orgânico*.

 

Não vivemos num mundo onde o orgânico verdadeiramente funcione. Concluí que já ninguém conversa, sem ser pelo telemóvel. Concluí que se um grupo de rapazes sair e no mesmo espaço estiverem um grupo de raparigas, que já não há a situação de meterem conversa, de tentarem conhecer. No máximo, tenta-se encontrar a conta do Facebook e do Instagram para se tentar obter mais informações e por lá meterem conversa. Se entendo? Entendo, atrás de um ecrã estamos mais seguros, perante a possibilidade de rejeição. Se concordo? Não concordo.

 

Em tempos estive na praia sozinha, fiz de propósito para ficar perto de um moço bem jeitoso - que eu tenho um olho extremamente rápido e clínico para avaliar os spots - e ali ficamos os dois durante horas. O moço não tirava os olhos aqui da Mula, a Mula não tirava os olhitos do moço... E depois? E depois nada, foi isto! Se o meu espírito de mulher independente e empoderada poderia ter dado corda aos meus sapatinhos - que não tinha, porque estava na praia -  e ter ido lá meter-me co moço?  Poderia sim senhora. Se eu fui? Não fui não senhora. Nem ele! E porquê? Concluí que o tradicional há muito que deixou de ser confortável...  Se é triste? É! 

 

Percebi, que se falar com moços pessoalmente, que venham do modo orgânico e que possam de alguma forma me interessar - que também já aconteceu - que viro totó. Gaguejo... Coração acelera e só digo coisas sem sentido e com a língua meia que enrolada - no mau sentido - e por isso a modos que descobri que não tenho desenvoltura suficiente para ser uma solteira bem sucedida no mundo do engate. Isto do orgânico não é para mim... E nas aplicações não há ninguém para mim... (ou se há... está muito bem escondido!)

 

A modos que concluo que não procuro nenhum príncipe encantado... Procuro o lobo mau, que tenha espírito de iniciativa, foco e dedicação e que dê os primeiros passos por esta atada da Mula, porque de outro modo estou a antever que vou morrer solteira!

 

 

*Pela via tradicional.

22 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.