Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Solteirices #5

solteira5.jpg

Imagem retirada daqui

 

Com o passar do tempo, e após colecionar uns tantos anormais, desisti das aplicações. Desisti umas quantas vezes, quando a solidão batia, lá instalei mais algumas vezes e fui alternando entre opiniões e situações. Definitivamente as aplicações não são para mim, por diversos motivos, inclusive e essencialmente, devido à minha falta de paciência e à quantidade de anormais que nelas constam como, de resto, já tínhamos concluído.

 

Neste seguimento, uma amiga minha vendeu-me as vantagens do orgânico*.

 

Não vivemos num mundo onde o orgânico verdadeiramente funcione. Concluí que já ninguém conversa, sem ser pelo telemóvel. Concluí que se um grupo de rapazes sair e no mesmo espaço estiverem um grupo de raparigas, que já não há a situação de meterem conversa, de tentarem conhecer. No máximo, tenta-se encontrar a conta do Facebook e do Instagram para se tentar obter mais informações e por lá meterem conversa. Se entendo? Entendo, atrás de um ecrã estamos mais seguros, perante a possibilidade de rejeição. Se concordo? Não concordo.

 

Em tempos estive na praia sozinha, fiz de propósito para ficar perto de um moço bem jeitoso - que eu tenho um olho extremamente rápido e clínico para avaliar os spots - e ali ficamos os dois durante horas. O moço não tirava os olhos aqui da Mula, a Mula não tirava os olhitos do moço... E depois? E depois nada, foi isto! Se o meu espírito de mulher independente e empoderada poderia ter dado corda aos meus sapatinhos - que não tinha, porque estava na praia -  e ter ido lá meter-me co moço?  Poderia sim senhora. Se eu fui? Não fui não senhora. Nem ele! E porquê? Concluí que o tradicional há muito que deixou de ser confortável...  Se é triste? É! 

 

Percebi, que se falar com moços pessoalmente, que venham do modo orgânico e que possam de alguma forma me interessar - que também já aconteceu - que viro totó. Gaguejo... Coração acelera e só digo coisas sem sentido e com a língua meia que enrolada - no mau sentido - e por isso a modos que descobri que não tenho desenvoltura suficiente para ser uma solteira bem sucedida no mundo do engate. Isto do orgânico não é para mim... E nas aplicações não há ninguém para mim... (ou se há... está muito bem escondido!)

 

A modos que concluo que não procuro nenhum príncipe encantado... Procuro o lobo mau, que tenha espírito de iniciativa, foco e dedicação e que dê os primeiros passos por esta atada da Mula, porque de outro modo estou a antever que vou morrer solteira!

 

 

*Pela via tradicional.

Solteirices #4

Cenas da vida real

Já vos tinha dito por aqui algures que tinha encontrado malta conhecida nas apps, inclusive um colega lá do trabalho. Não somos propriamente colegas, ele trabalha noutra empresa, mas adiante cruzamo-nos com elevada frequência.

 

Tinha esperanças de apenas eu o ter visto e que rejeitando-o, eu poderia não lhe aparecer. Sou tão inocente!

 

Não... O moço não me veio abordar... Seria altamente constrangedor... 

 

 

Mas estranhamente já não diz "Bom dia", diz "Bom dia, Mula!" todo sorrisos e simpatias quando anteriormente praticamente entrava mudo e saía calado. Agora volta e meia manda umas piadas, tenta meter conversa...

 

E é isto... Não desmerecendo, atenção, que até parece bom moço, não é mal apessoado nem nada, mas não... É um redondo não e só espero que não se lembre de vir dizer que me viu... Que eu finjo demência! #deusmefree como diz a minha chefe.

 

P.s.: isto anda estranho e eu ando a usar demasiadas hashtags. Quando estiver a abusar preguem-me com dois valentes coices para eu atinar, mas com carinho que #avossamulaestácarente. 

App Peoople - onde os likes valem dinheirinho

 

Já ouviram falar na App para smartphone Peoople?

 

Screenshot_1.png

(imagem retirada daqui)

 

Uma espécie de mistura entre Pintrest e Instagram, onde podem recomendar tudo aquilo que quiserem desde livros, restaurantes, filmes, lugares, ... só que contrariamente às outras app's, os likes que receberem são convertidos em saldo, que depois podem transferir para a vossa conta. A Mula aderiu, adere tu também!

 

Basta aceder aqui e registarem-se com o facebook ou com uma conta totalmente nova. A Mula está entusiasmada, confesso, porque é uma nova forma de descobrir-mos um novo restaurante,  ou um novo local para visitar, ou até um novo livro para ler.  

 

Quem é que já conhece e usa a app Peoople? Sigam a vossa Mula mais fofinha da blogosfera (e única, creio...)!

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.