Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Hachi - O Raro!*

Dizem que quem sai aos seus... Não é de Genebra degenera e dizem também que os animais tendem a ser parecidos com os seus donos. Começo a acreditar nisso.

 

Eu odeio jantar sozinha. Se ao almoço praticamente toda a vida almocei sozinha, ao jantar sempre o fiz acompanhada e se estou sozinha em casa acabo sempre a comer uns cereais com leite - sim é cereais com leite e não leite com cereais que ter umas coisas a boiar no leite não tem piada nenhuma - e vou comer para o sofá ou até mesmo para a cama, depende do cansaço. Não gosto, pronto.

 

Parece-me que o Hachi sai a mim em alguns pontos...

 

IMG_20200108_235830.jpg

 

No que toca às refeições,  o Hachi tem dois comportamentos bizarros. Primeiro: Só come à noite, esteja sozinho ou acompanhado, de dia ele não come. Bebe muito, mas comer nada. Por isso aquela coisa de comer 2 ou 3 refeições ao longo do dia, não acontece e até podemos deixar os cereais à descrição na taça,  que chegamos à noite e aposto que se os contar não faltará nem um. Segundo: Não come sozinho. Para comer temos de estar com ele cá fora, e aí come tranquilamente - ainda que desconfiado sempre a olhar a ver se ali continuamos junto a ele - mas se nós formos para dentro de casa ele afasta-se da taça e não toca na comida. Por isso, se nós estivermos com ele cá fora às 20h é às 20h que ele come, se só chegarmos a casa às 23h é às 23h que ele come. E se estivermos o dia todo fora de casa, de manhã os cereais estão todos na taça. Antigamente só comia na presença da minha mãe, atualmente e felizmente, também já come comigo.

 

Já tive imensos cães e nunca tal me aconteceu, e até já tive uma serrinha - uma serra da estrela, mas eu chamava-lhe serrinha - que no verão, com o calor, era um inferno para comer, mas ia comendo, pouquinho mas ia. Quando o Hachi chegou, o facto de só comer à noite, achamos que era pelo mesmo motivo, como foi no verão pensamos que tinha que ver com o calor do dia, mas entretanto o inverno chegou e o estranho habito se mantém.

 

No que toca a não comer sozinho... Posso pensar que não gosta de estar sozinho, mas claramente durante o dia ele está ocupado a pintar a manta, que as coisas estão sempre fora do sítio com ele, mas no que toca às refeições... Tem realmente este comportamento estranho e receio que um dia que eu e a minha mãe estejamos fora, de férias, que ele não coma com a pessoa que o venha ver...

 

Vocês que estão desse lado com animais, algum comportamento semelhante? Dicas? Sugestões?

 

 

__________________

* Ao estilo dos antigos reis. Já que é o rei da casa.

Uma espécie de curta do dia #36

Eu que julgava ter um cão... Afinal tenho uma ovelha, e está na época da tosquia. Estou a considerar mudar o nome do Hachi para Tufos.

 

IMG_20191110_000541.jpg

Sim isto é um balde cheio de pelo de cão!

 

Passamos tempos difícieis aqui no curral. O Hachi está a mudar a pelagem de bebé para adulto e não está fácil, como podem ver. 

 

Alguém com alguma sugestão para acelerar esta queda do pelo? Pentear só, revelou-se insuficiente, o pelo já é arrancado à mão e mesmo assim ele esvoaça aqui por casa... É pelo que nunca mais acaba...

Um curral cheio de vida

E o curral da Mula, físico e virtual, está cada vez mais cheio de amor. Mais rico em vida e em pelos. Essencialmente em pelos. Ó roupa: rolos autocolantes a quanto obrigas!

 

Há quase duas semanas que abrimos portas a um novo membro, que cresceu muito, demasiado para o que estavam à espera e que por isso precisou de ser acolhido num novo lar. Abençoados aqueles que abrem as portas para acolher novos membros, essencialmente os de quatro patas.

 

Assim, já conhecem o Simba e a Kika e hoje apresento-vos o Hachi!

 

1567041361311.jpg

 

O Hachi tem 6 meses, 30 kg de pura gostosura e é do mais amoroso que há! Muito inteligente, obedece-me desde o primeiro dia, mas teimoso q.b. - acho que está na casa certa, tendo em conta que é uma casa de casmurros. Tem energia para dar e vender e bebe tanta ou mais água que um camelo - nem sei onde armazena tanta água! A cereja no topo do bolo é que não é fã nem de cães nem de gatos. E descobrimos que os nossos gatos também não são nada fãs de cães, ou pelo menos não são fãs do Hachi. Adivinham-se dias curiosos.

 

A reação do Hachi aos gatos - que os viu apenas por uma portinhola lá longe, muito longe... - foi de curiosidade, senti ali uma certa vontade de os cheirar de perto, quiçá dar-lhes umas mordidas de amor. A reação dos gatos ao Hachi foi de puro pânico. A Kika congelou, a cauda do Simba engordou, e sempre que o Hachi lá fora ladra, os gatos parece que se preparam para a terceira guerra mundial. E pronto é isto!

 

Estamos todos bem. Uma casa com animais é uma casa feliz! Por isso estamos todos bem.

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.