Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos da Mula

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos.

Desabafos da Mula

Como medita uma mente inquieta

 

Vocês sabem que eu não sou uma pessoa paciente. Sou das que quer tudo... Para ontem. Esperar não é o meu forte. Como tal, meditar torna-se um processo incrivelmente cómico.

 

Antes de vos contar coisas que me passam pela cabeça durante a meditação, adiantar-vos que apesar de tudo é algo que me tem feito um bem incrível, que me tem salvado das noites de insónia e me tem dado ferramentas para controlar melhor a minha impulsividade, agressividade e impaciência.

 

Ainda assim, o processo inicial nunca é muito tranquilo, pois se não vejamos.

 

Os senhores do youtube, como lhes chamo - gosto particularmente do Lázaro Ramon - começam sempre as meditações por exercícios de respiração:

 

Senhores do Youtube: Vamos começar por inspirar lentamente, devagar...

Mula: Boa, bora lá. Estou a respirar... Inspirar, expirar....

Senhores do Youtube: Prendemos ligeiramente a respiração, 3, 2, 1 e expiramos.

Mula: Oh bolas! Já inspirei e expirei umas quantas vezes. Ok! Já sei como é, bora lá novamente.

Senhores do Youtube: Voltamos a repetir... Inspirar lentamente...

Mula: Estou a conseguir, estou a conseguir!

Senhores do Youtube: Mais uma vez. Inspiramos lentamente...

Mula: Mais uma vez?? Mas já está, vamos avançar...

Senhores do Youtube: Uma última vez... Inspiramos lentamente...

Mula: Vá, só mais uma vez e avançamos! - já meia irritada.

 

Depois passamos para a fase seguintes:

Senhores do Youtube: Vamos ficar tranquilos, numa posição confortável.

 

Mula, começa a mexer-se e a remexer-se na cama sem parar, já a os exercícios de relaxamento começaram.

 

Senhores do Youtube: Vamos relaxar todo o corpo.

Mula toda tensa: Estou relaxadinha!

Senhores do Youtube: Começamos pelos pés...

Mula ainda toda tensa: Então não era o corpo todo? Já está tudo! Avancemos!

 

E enquanto ele passa por todas as partes do corpo em sentido ascendente, a Mula já está a pensar em tudo menos no que está a ser dita, na expectativa de já estar relaxada, mas a dores nos músculos garantem que não.

 

Senhores do Youtube: Imagine um lanço de 10 escadas, vamos começar a subir lentamente... 1...

Mula: Boa, já subi! Vamos para onde?

Senhores do Youtube: Segundo degrau...

Mula: Segundo? Já estou lá em cima!!! Bolas! Espera, vou descer!

 

E respiro fundo, já irritada.

 

Senhores do Youtube: Agora vamos pensar em algo que queremos libertar da nossa mente...

Mula: Não!!! Não quero, não me façam isto!

 

E acabou a meditação, e há choradeira, e a Mula que ainda não relaxou está ainda mais tensa... e lá coloco aquilo do início até funcionar...

 

Depois há algumas que começam a idealizar que temos umas portas para abrir, e espreitar o que temos dentro das portas, e por aí passa-me tudo pela cabeça, inclusive coisas parvas que às vezes me faz sair do estado de relaxamento e tenho de reiniciar todo o processo de respiração.

 

E é assim que uma mente irrequieta e um corpo tenso meditam.

 

E vocês, costumam meditar? Como vos costuma correr?

Update saúde

Fui fazer novamente as ecografias para vigiar os meus quistos ováricos e mamários. Saí com um mix de sentimentos...

Se por um lado respirei de alívio e rasguei o sorriso quando ouvi que os meus quistos nos ovários simplesmente desapareceram... Quando falamos do nódulo da mama a coisa já muda de figura, pois o dito - que parafraseando as palavras do relatório, é - aparentemente benigno, aumentou... dobrou de tamanho para ser mais específica. Em 5 meses dobrou de tamanho! O doutor diz que ainda não é motivo para alarme mas para continuarmos a vigiar. Podia ter-me focado na palavra alarme, mas foquei-me inevitavelmente no "ainda". Que porra!

 

Apanhei um médico espetacular que brincou comigo, aliviou ao máximo a situação - provavelmente vendo a minha cara de pânico - ainda me animou com o facto de dizer que se os meus quistos nos ovários não eram funcionais e desapareceram, que na mama pode acabar por acontecer igual, que quiçá seja hormonal... Mas quando lhe disse que os meus ciclos menstruais eram mais certos que um relógio suíço percebi um silêncio que não sei se foi propositado.

 

E é isto... É para continuar a vigiar...

 

Tão enganadinha estava quando achava que os 30 eram os novos 20...

 

No meio disto tudo, porque temos sempre de retirar a positividade das coisas que nos acontecem na vida, retiro o facto de começar a preferir homens para fazer estes exames, do que as mulheres. Ultrapassando o facto de ficar praticamente nua em frente a um sujeito estranho com idade para ser meu pai, a verdade é que me disse coisas que nunca me disseram antes. Fiquei a conhecer muito mais sobre mim: desde que tenho um canal interno mais curvo que o normal, signifique o que isso significar e também não vou pesquisar para não aumentar a neura, e que tenho uns ovários pequeninos para a minha idade! Eu nem sabia que os ovários aumentavam de tamanho com a idade...!

 

E é isto gente...

 

Não sei que vos dizer, vai um mix de medo, de pavor e pânico aqui dentro... Ai são sinónimos? Ups! Está realmente complicado!

Desabafos do quotidiano, por vezes irritados, por vezes enfadonhos, mas sempre desabafos. Mais do que um blog, são pedaços de uma vida.